domingo, 10 de março de 2013

A INFLUÊNCIA DE MURDOCK NA EXPLORAÇÃO DA FÉ.

Queridos companheiros de ministério,

Estamos inconformados, revoltados e indignados com a atuação de alguns tele evangelistas que tem drenado sagazmente os recursos da igreja que deveriam ser destinados a obra missionária transcultural, principalmente aos povos menos alcançados da terra.

O que nos impressiona é que isto não é avaliado, estudado, combatido, denunciado e nos entristece muito vermos isso crescendo e induzindo muitos crentes fiéis incautos ao erro. É lamentável ver crentes comprometidos enriquecendo tais líderes pensando que eles estão fazendo o bem.

Analisem a realidade de que em nossa pátria temos mais de 150 tribos indígenas sem nenhum obreiro e no mundo tempos mais de duas mil línguas sem nada do livro sagrado e que precisa de recursos para treinar e enviar obreiros preparados para a tarefa mais difícil da terra que ficou para o fim.

Não podemos nos conformar com a sagacidade dos milionários da fé que a cada dia tem ludibriado os crentes brasileiros para tirar os recursos que deveriam ir para a obra missionária transcultural. Estamos enviando uma parte de um capítulo de nosso livro:  "OS INCONFORMADOS – Onde estão eles no século XXI". O objetivo é para uma reflexão, portanto veja o vídeo, link abaixo, e o analise.

Estamos orando para que o Senhor levante profetas para denunciar esses influentes exploradores da fé, pois se nada for feito vamos ver uma decadência ainda maior na vida cristã e na obra missionária.

O título do capítulo é: A INFLUÊNCIA DE MURDOCK NA EXPLORAÇÃO DA FÉ.

Vejamos algumas das declarações perniciosas e antibíblicas proferidas por Murdock durante o Programa de Silas Malafaia e, sigamos o exemplo dos bereanos que escrutinavam, investigavam, pesquisavam e/ou conferiam os ensinos paulinos com as Escrituras.

Devemos aprender com os bereanos que foram elogiados pelo apóstolo Paulo que os chamou de nobres. Se eles foram capazes de conferir os ensinos do apóstolo Paulo, nós os cristãos hodiernos devemos fazer muito mais com esses paladinos da confissão positiva:

(http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=0Hujr_Dy3uk)

A coisa mais importante que eu faço a cada dia não é orar, não é ler minha Bíblia. O que eu faço a cada 24 horas é escrever perguntas. As perguntas são sementes para novos períodos. O teu sucesso vai acontecer na velocidade das tuas perguntas”.

O que entendemos de tal confissão é que a leitura, meditação do livro sagrado e a oração não são os fatores mais importantes da vida cristã. É uma rejeição velada aos ensinos bíblicos.

“ Todo homem pobre sempre está fazendo o que ele odeia fazer, mas todo homem rico está fazendo aquilo que ele ama fazer

A premissa acima nos leva a uma conclusão clara de que o rico é feliz e abençoado, enquanto ser pobre é maldição.

Diante do exposto entendemos claramente que os homens e mulheres mais abençoados da terra são os bilionários. Em primeiro coríntios 15 verso 19 mostra que se a nossa esperança fosse somente nesta terra seríamos os mais miseráveis entre os homens.

“ Por que este Desígnio é tão importante para ti? – É o único lugar onde a benção de Deus estará esperando por ti

“ A prosperidade não te segue na terra, a prosperidade está no lugar para onde você foi designado”

Esta afirmação contradiz com o ensino bíblico de que no mundo teríamos aflições, sofrimento e lutas que nos fazem crescer e que o apóstolo Paulo Jesus e os heróis da fé do capítulo 11 de Hebreus não foram abençoados.

Onde está a generosidade para abençoar os menos favorecidos, pobres e não aumentar a riqueza dos milionários da fé? Somos apenas canais de bênçãos do Senhor, tanto pobres como ricos.

Então a Palavra do Senhor Jesus é contraditória quando ordena que o jovem rico venda tudo e dê aos pobres e o siga. O mesmo ocorre com o registrado em Tiago 2.5:
"Ouvi, meus amados irmãos. Não escolheu Deus os que são pobres quanto ao mundo para fazê-los ricos na fé e herdeiros do reino que prometeu aos que o amam?"

“Um problema é uma porta para a prosperidade”

“O futuro depende de quem você honra.”

“ A autoridade é a fonte da promoção, ninguém que está debaixo pode te promover. A pessoa que te dá instruções é a pessoa que está autorizada a te promover”

“ Somente um tolo corrige uma autoridade”

Onde estão os profetas de Deus que alertaram, procuraram mostrar os erros de governantes, líderes religiosos e do próprio povo. Será que eles eram ou são tolos? Ou isto é uma estratégia ardilosa de autodefesa contra possíveis questionamentos de seus clichês?

“Você vai mantê-lo(Livro Desígnio) contigo pelo resto da sua vida. Você vai ensinar este livro à família toda, vai ensina-lo a teus amigos. Você Nunca vai querer este livro (Desígnio) distante de você, é poderoso, não há nada como ele no mundo”
O amor ao dinheiro e o poder estão no coração dos pregadores da Teologia da Prosperidade. O foco deles está nas riquezas materiais. Enquanto a Bíblia nos adverte a focar os esforços nas coisas eternas e atemporais ou nas coisas que são de cima (sem tratar com relaxo das coisas temporais, evidentemente), os profetas da riqueza direcionam o rebanho a focar os esforços naquilo que é passageiro e que a ferrugem e a traça devoram. É impressionante vermos as aberrações que saem da boca desses que são intitulados homens de Deus.

Não queremos fazer aqui uma apologia da “Teologia da Miséria” ou doutrina franciscana que reforça a pobreza como indicativo de boa espiritualidade. A Bíblia não nos mostra esse caminho. O caminho que as Escrituras nos apontam é que tendo muito ou não tendo bens materiais a nossa felicidade consiste em nosso relacionamento pessoal com Deus através de Cristo. O apóstolo Paulo mostra isso que diz que estava contente na abundância e na ausência, pois os recursos eram destinados para a expansão do evangelho e para os pobres da Judéia. A nossa satisfação deve estar no Senhor. Ele é a nossa verdadeira riqueza. É NELE onde deve estar o nosso coração, alma e pensamento.

O caminho que as Escrituras nos apontam é que tendo ou não tendo bens materiais a nossa felicidade consiste em nosso relacionamento pessoal com Deus através de Cristo. A nossa satisfação deve estar no Senhor. Ele é a nossa verdadeira riqueza. É NELE onde deve estar o nosso coração, alma e pensamento.

Nesta segunda, 11 de fevereiro, enviamos mais quatro jovens para um país "fechado" da Ásia e esperamos enviar no dia 09 próximo mais oito e a cada mês queremos enviar uma equipe.

Una conosco neste glorioso empreendimento que enaltece, honra e glorifica o Senhor ao enviar obreiros para os povos menos evangelizados da terra.

No amor do Senhor que merece toda a glória,

Cleonice e David Botelho
Horizontes América Latina
Bradesco - Agência 1020 - Conta 3474-6
CNPJ - 59.958.983.0001-16

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VOCÊ GANHOU!