O Cardeal Colorido
"FÁTIMA, Portugal, May 24, 2012 (LifeSiteNews.com) – Portugal Pro-lifers say they were bewildered on May 12 as they were expelled from the exterior area of the famous Marian shrine in Fátima by shrine personnel and were prohibited from collecting signatures to promote a national pro-life referendum.
“We were not collecting signatures in the church buildings or in the open areas around,” said Luís Botelho of Portugal pro Vida to LifeSiteNews. “Under Portuguese law, everybody can collect signatures for petitions in any place, public or private property, as long as it is ‘public circulation area.’”
Voluntários católicos que recolhiam assinaturas para uma petição ao parlamento, no sentido da realização de um referendo sobre o aborto, foram expulsos do terreiro do Santuário de Fátima, no dia 12 de Maio passado — a mando da hierarquia clerical católica presidida pelo “arcebispo colorido”.
Já várias vezes constatámos que clérigos portugueses proeminentes anunciaram publicamente a sua posição a favor do aborto — como foi o caso do “bispo vermelho”, entre outros. Podemos dizer, com pertinência, que a hierarquia da Igreja Católica portuguesa assume hoje oficialmente uma posição ambígua em relação ao aborto.
A conferência episcopal portuguesa é a comissão liquidatária do catolicismo em Portugal.