domingo, 20 de fevereiro de 2011

Reverendos mercenários, falsos presbiterianos e a profanação do Domingo!

O SENHOR Nosso Deus, ordenou que seu povo guardasse o sábado, o descanso no sétimo dia após seis dias de trabalho. As razões são duas, e ao mesmo tempo um mistério. Devemos descansar no sétimo dia por que Deus criou o mundo em seis dias. E também por que Deus libertou seu povo da escravidão do Egito. A progressiva revelação bíblica estabeleceu no NT que os Cristãos da nova aliança guardariam o sábado, no dia da ressurreição do Senhor Jesus. Os motivos são bíblicos, teológicos, histórico e esmagadores (VEJA AQUI). Ou seja, nós os de tradição Reformada, guardamos o quarto mandamento conforme a revelação neotestamentária no Dia do Senhor.

Mas talvez você perguntará: Os presbiterianos fazem isso? Nunca!!! – Isso pode ser até irônico quando vemos que muitos presbiterianos nem são presbiterianos, e muitos pastores presbiterianos só estão nessa igreja para receberem os seus bons salários! Não se importam com a Fé Reformada, mas coma fé malaquiana, dizimista, mais nada. (Bem, dessa ala podre, não quero falar no momento, pois de mercenários o mundo está cheio.)

Os presbiterianos no Brasil não guardam mais o Domingo por causa da fraqueza teológica que está nos púlpitos presbiterianos! Isso é na maioria, não são muitas igrejas que são realmente isso que os blogs presbiterianos dizem por aí. Os seminários estão cheios de jovens sem vocação ministerial que não evangelizam. Desempregados que entraram no ministério em busca de emprego. Outros pastores que dizem que são pentecostais de alma, batistas de alma, assembleianos de alma, mas são presbiterianos por convicção (?), na verdade sabem que a oportunidade de um bom emprego surgiu e se tornaram funcionários da IPB... Mercenários!

Sabe por que esse declínio na teologia e espiritualidade presbiteriana e evangélica no Brasil e no mundo? Por causa da profanação do Domingo! Os teólogos de Westminster previram isso, e estamos vendo bem aqui, bem ali...

Muitos pais presbiterianos são covardes, não ensinam versículos bíblicos para os filhos, não cantam com seus filhos aos Domingos, não ensinam histórias bíblicas para seus filhos, deixam de ir ao culto nos Domingos para assistirem jogos, festas, acham que as mães devem ensinar, para ficarem com seus olhos gordos de tanta porcaria da TV e na Internet.

Veja o que o catecismo maior diz na pergunta e parte da resposta 121:

“121. Por que a expressão “lembra-te” se acha colocada no princípio do quarto mandamento?

A expressão “lembra-te” se acha colocada no princípio do quarto mandamento, em parte devido ao grande benefício que há em nos lembrarmos dele, sendo nós assim ajudados em nossa preparação para guardá-lo; e porque, em o guardar, somos ajudados a guardar melhor todos os mais mandamentos, e a manter uma grata recordação dos dois grandes benefícios da criação e da redenção, que contém em si a breve súmula da religião; e em parte porque somos propensos a esquecer-nos deste mandamento, visto haver menos luz da natureza para ele, e restringir nossa liberdade natural quanto a coisas permitidas em outros dias; porque este dia aparece somente uma vez em cada sete, e muitos negócios seculares intervêm e muitas vezes nos impedem de pensar nele, seja para nos prepararmos para ele, seja para o santificarmos; e porque Satanás, com os seus instrumentos, se esforça para apagar a glória e até a memória deste dia, para introduzir a irreligião e a impiedade. Gn 2:2,3; Ex 16:23;20:8,12,20;34.21; Nm 15:37,38,40; Ne 13.19;13:15-23; Jr 17:21-23; Lm 1:7; Sl 118:22,24; Lc 23:54,56; Hb 4.9.

Vários detalhes poderiam ser indicados nessa explicação. Mas note o que destaquei na parte final! Precisamos procurar isso em nosso país e em nossas igrejas? Percebemos aí, que o domingo seria um regulador espiritual, um termômetro que evitaria o egocentrismo nosso em relação ao tempo.

Temos que nos lembrar que os CM prescreve com base na Bíblia que existem ‘obras de necessidades’ que podem ser feitas aos Domingo. Existem trabalhos que se enquadram em tais ‘necessidades’, policial, médico, etc.

Isso não fará uma pessoa justificada diante de Deus. Mas quem não guarda o Domingo (mesmo com nuanças nesse guardar) está prejudicando sua vida espiritual, sendo vítima de Satanás e contribuindo para irreligião e impiedade.

Presbiteriano seja Presbiteriano, procure entender o ensino Reformado, ou vá logo para alguma igreja dispensacionalista, pare de nos estragar e diluir nossa identidade. Sua presença nos incomoda.

E Pastor que tem reservas confessionais, deixe de ser hipócrita, todo trabalho é digno, procure outro emprego e tenha a consciência tranqüila e não mercenária!

Fonte: Sociedade Calvinista

Nenhum comentário:

Postar um comentário

VOCÊ GANHOU!